SANDRA DELGADO
Salvador | Bahia | Brazil, 1976

Brazilian visual artist who works primarily with photography, but also with engraving, video, audio and installations. Lives and works between Rio de Janeiro and Los Angeles.

In 2018, her recent project "Objects of Memory" opened the International Photography Festival in Rio de Janeiro - FOTORIO RESISTE - in Retrato Espaço Cultural - with an installation composed with portraits, biographical objects and audio testimonials.

In 2016, she did a six month residency at FLORA Ars & Natura, an institute of contemporary art based in the city of Bogotá, Colombia, directed by the art curator José Roca.

"Before college, I mainly worked with photography, but since then I have expanded my range to include video, audio, projection and installation, using my documentary background.

My mainly search as an artist is the understanding of continuity and finitude.

In one hand, I’m interested in understanding the impact of time in our bodies, minds, culture, nature and matter. Because of that, I’m obsessed by the “touch of time” that I can see in the soil erosion or in the wrinkles of an old face.

I find beauty in the imperfection. I believe in the Wabi-Sabi concept that “we are all transient beings on this planet. Our bodies, as well as the material world around us, are in process of returning to dust”.

I still use analogic photography and expired 35mm film, because I’m interested in how the silver salt celluloids reacts to climate change and passage of time, creating rhizomatic structures in the image.

On the other hand, I realize that Memory - an abstract concept - can be materialized into objects, images and language (storytelling) creating an illusion of continuity.

The use of reminiscences comes from my need to share other’s people experiences, cultures and identities. Personal stories, memoirs and family photos are materials like clay or ink for me.”

Sandra received her BA in Social Communication and Journalism from Universidade Federal da Bahia (UFBA) in 1998 and has a Master’s in Photography and Social Sciences from UCAM in Rio de Janeiro (2001). Between 2011 and 2015, she developed artistic research at the EAV - Visual Arts School of Parque Lage in Rio de Janeiro.

She began working as an assistant to the Brazilian photographer Mario Cravo Neto from 1999 to 2001, in Salvador, Bahia.

As photographer and photo editor of Portal Viva Favela, a community journalism project of the NGO Viva Rio from 2002 to 2006, she oversaw the exhibits International Festival of Photography in Rio de Janeiro, FotoRio 2003 and FotoRio 2005, publications and urban interventions. In 2006, the collective Viva Favela received a prize from the Open Society Institute/Soros Foundation for its achievements in human rights and documentary photography.

As a documentary filmmaker, her focus is the permanence of the artist's work in time. In 2015 she directed and produced the TV series “Terceiro Sinal”, which documented the creative processes of four great Brazilian theater directors for the GNT cable channel. She's is currently working in a documentary film about the dancer, choreographer and actress Marilena Ansaldi.


SANDRA DELGADO
Salvador | Bahia | Brasil, 1976

Artista visual, trabalha com fotografia, gravura, vídeo, áudio e instalação. Atualmente vive e trabalha entre Rio de Janeiro e Los Angeles.

Em 2018, seu projeto "Objetos da Memória" abriu o Festival Internacional de Fotografia do Rio de Janeiro - FotoRio Resiste no Retrato Espaço Cultural, com uma instalação composta por retratos, objetos biográficos e depoimentos em áudio com as memórias dos retratados.

Em 2016, fez parte da Escuela FLORA, programa de estudos focado na prática de atelier desenvolvido pela FLORA ars+natura, um espaço de arte contemporânea, dirigido pelo aclamado curador José Roca, voltado para as relações entre arte e natureza, que fica em Bogotá, na Colombia.

Formou-se em Comunicação Social e Jornalismo na Ufba em 1998, fez pós-graduação em "Fotografia como Instrumento de Pesquisa nas Ciências Sociais” na Ucam-RJ em 2001 e entre 2011 e 2015, desenvolveu pesquisa autoral na EAV - Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro.

"A fotografia sempre foi o meu principal meio de expressão, que se desdobrou para trabalhos em vídeo, áudio, gravuras, projeções e instalações. Estou especialmente interessada no conceito da memória e a sua relação com a passagem do tempo, a ideia da permanência na arte e na natureza e a percepção dos sonhos e da realidade."

Inicia sua formação como assistente do fotógrafo Mario Cravo Neto, com quem trabalha de 1999 à 2001, em Salvador, na Bahia.

Muda-se para o Rio de Janeiro e trabalha como fotógrafa e editora de fotografia do Portal Viva Favela, projeto de jornalismo comunitário da Ong Viva Rio de 2002 à 2006, onde realiza uma série de publicações, exposições (FotoRio 2003, FotoRio 2005) e intervenções urbanas nas comunidades cariocas: Rocinha, Complexo do Alemão, Maré e Queimados, em 2006, junto ao coletivo VIVA FAVELA. Em 2006, o coletivo Viva Favela recebe o prêmio de Direitos Humanos e Fotografia Documental da Open Society Institute / Fundação Soros, pelo conjunto da obra.

Como documentarista, o seu foco é manter viva a memória e a trajetória de artistas brasileiros. Entre 2008 e 2010, realizou as filmagens para a série documental TERCEIRO SINAL, composta por quatro episódios, apresentando alguns dos grandes nomes da direção teatral brasileira: Aderbal Freire-Filho, José Celso Martinez Corrêa, Amir Haddad e Domingos Oliveira. A série estreou em novembro de 2015, no canal GNT. Atualmente desenvolve filme documentário sobre a bailarina, coreógrafa e atriz Marilena Ansaldi.


SOLO EXHIBITIONS

2018

  • Objetos da Memória
    FOTORIO RESISTE | Retrato Espaço Cultural | Rio de Janeiro, Brazil

2008

  • Mar de gente
    Espaço Cultural Lunático | Rio de Janeiro, Brazil

2004

  • Vozes do Tempo
    Sesc Tijuca e Sesc Copacabana | Rio de Janeiro, Brazil

1999

  • O Feminino, a Dança e o Ventre
    Espaço Mahatma Gandhi | Salvador, Brazil

1998

  • Palco da Imagem (fotografias da peça Equus)
    ACBEU | Salvador, Brazil

GROUP EXHIBITIONS

2016

  • OPEN STUDIO | Talleres Abiertos
    FLORA ars & natura | Bogotá, Colombia

2006

  • Moro na favela | Urban Intervention | Coletivo Viva Favela
    Comunidades do Rio de Janeiro: Cidade de Deus, Rocinha, Maré, Alemão e Queimados, Rio de Janeiro, Brazil

2005

  • Rio de Olhos Abertos | Coletivo Viva Favela
    FOTORIO | Centro Cultural dos Correios | Rio de Janeiro, Brazil

  • Eco Favela | Coletivo Viva Favela
    SESC Flamengo | Rio de Janeiro, Brazil

  • Por dentro da favela | Coletivo Viva Favela
    SESC Rio Madureira | Rio de Janeiro, Brazil

2003

  • Por dentro da favela | Coletivo Viva Favela
    FOTORIO | Centro Cultural Light | Rio de Janeiro, Brazil

  • Veracidade – Um olhar sobre o meio ambiente urbano
    Parque da Cidade | Rio de Janeiro, Brazil

2002

  • Mulher Brasileira | Projeto Sexta-feira livre
    Ateliê da Imagem | Rio de Janeiro, Brazil

1997

  • Infância Esquecida (sobre o trabalho escravo infantil)
    Liceu de Artes e Ofícios | Salvador, Brazil

Awards

Prêmio de Distribuição de Fotografia Documental, Open Society Institute – Fundação George Soros

Coletivo de arte fotográfica Viva Favela

Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, Comitê Brasileiro de Anistia

Menção honrosa pelo conjunto da obra do projeto Viva Favela

Concurso Nacional Veracidade, ProGAU – Rio de Janeiro

Prêmio com a fotografia “Piscinão de Ramos” – Um olhar sobre o meio ambiente urbano